Clube do Concurseiro

Clube do Concurseiro -

CRA/RS abre prazo de inscrição para diferentes níveis de escolaridade

F de FederalO Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul – CRA/RS tem edital com seis vagas de inicio imediato, além de formação de cadastro reserva para profissionais de níveis médio, médio/técnico e superior.

Há vagas para os cargos de Auxiliar Administrativo, Técnico em Informática e Fiscal. As remunerações variam de R$ 1.385,15 a R$ 3.286,70.

As inscrições podem ser feitas pela internet, na página da Fundatec, organizadora do concurso ou presencialmente no posto de atendimento localizado na Rua Professor Cristiano Fischer, 2012, Partenon, Porto Alegre, RS, das 9h às 17h. As taxas custam R$45, R$50 e R$55.

O processo de seleção será no dia 25 de janeiro e contará com provas objetivas e redação. Candidatos de nível superior ainda passarão por analise de títulos.

TRE/GO: 14 vagas de início imediato. Níveis médio e superior

F de FederalEstão abertas as inscrições para preenchimento de 14 vagas imediatas, além de formação de cadastro reserva para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás. As funções são para candidatos de níveis médio, médio/técnico e superior.

São 11 oportunidades para o cargo de técnico, sendo 10 para a área administrativa – nível médio e 01 para a área de Apoio Especializado – nível médio/técnico. As vagas de Analista (03 vagas) são para a área judiciária e cadastro. Para candidatar-se é necessário formação em Direito.

As inscrições acontecem do dia 26 de novembro ao dia 18 de dezembro, na página da Cespe/UnB. A taxa é de R$70 para cargos de nível médio e R$90 de nível superior.

A prova objetiva será aplicada no dia 1º de março de 2015. Na ocasião os candidatos responderão 120 questões sobe conhecimentos básicos e específicos. Candidatos aos postos de Analista Judiciário ainda passarão por prova discursiva, aplicada no mesmo dia.

Controladoria reabre prazo de inscrição. Até R$14.930

F de FederalA Controladoria-Geral do Piauí (CGE-PI) reabriu o período de inscrições do concurso público que oferece 10 vagas e formação de cadastro reserva, para o cargo de auditor governamental. Os interessados agora têm até o dia 18 de dezembro para realizar a inscrição, no site do Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), organizador do concurso. A taxa de inscrição é de R$180 e poderá ser paga até 15 de janeiro de 2015. A data das provas objetivas e discursivas passou de 18 de janeiro para 22 de março.

Para participar é preciso ter nível superior nas áreas de Ciências Contábeis, Direito, Administração ou Economia. Os ganhos são de R$14.930,06, sendo R$10.930,06 de vencimentos, R$2 mil de gratificação de auditoria governamental e R$2 mil de indenização de transporte.  O certame será válido por dois anos, prorrogáveis por igual período.

O prazo para solicitar isenção da taxa foi reaberto e os interessados têm até o dia 18 de dezembro para fazer a solicitação, no site do organizador. O resultado provisório será divulgado no dia 5 de janeiro. Aqueles que tiverem o pedido indeferido poderão entrar com recursos nos dias 5 e 6 de janeiro.

Os candidatos que desejam concorrer às vagas reservadas a portadores de deficiência têm até o dia 18 de dezembro para enviar a documentação exigida ao organizador do concurso ou entregar pessoalmente na Central de Atendimento do Cespe – Universidade de Brasília (UnB) – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cespe – Asa Norte, Brasília.

Além dessas datas, outras mudanças foram realizadas no cronograma inicial. As alterações podem ser conferidas no documento abaixo.

FONTE: Folha Dirigida

Correios: Possibilidade de 30 mil contratações por concurso

000xzjr3zjmhlm5gaqqm110faOs Correios poderão ter que contratar por meio de concurso público cerca de 30 mil trabalhadores para cumprir decisão do último dia 19 da Justiça do Trabalho, que determinou a convocação de concursados após a constatação do uso de terceirizados na atividade-fim da empresa. A quantidade de contratações estimada corresponde ao número de terceirizados irregulares apontado pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

Conforme decidiu a juíza Audrey Choucair Vaz, da 15ª Vara do Trabalho de Brasília, a estatal terá que identificar a demanda de trabalhadores efetivos, que deverão ser contratados por meio do concurso de 2011 para carteiro, atendente comercial e operador de triagem e transbordo, todos de nível médio. Isso porque o uso de terceirizados em tarefas permanentes foi visto como o reconhecimento do direito à nomeação dos aprovados que aguardam convocação. O prazo para a apresentação de um estudo sobre a quantidade necessária de contratações é de seis meses, porém, a empresa informou na última sexta, 21, que tão logo seja notificada da decisão irá ocorrer.

Segundo divulgou o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT10), a magistrada afirmou em sua sentença que consta na ação civil pública, ajuizada no ano passado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), relatório de fiscalização de 2012 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), identificando a existência de trabalhadores terceirizados em situação de vínculo empregatício efetivo com a empresa. Ainda de acordo com a juíza, contratos administrativos da empresa mostram números expressivos de terceirizados em vários estados. O MPT apontou que, de maio de 2011 a fevereiro de 2012, a regional de Brasília, por exemplo, contava com 1.800 carteiros temporários (terceirizados) frente a 1.389 efetivos. Anteriormente, os Correios negaram essa prática, alegando que realizam apenas contratação de mão de obra temporária, em casos em que há aumento sazonal na demanda por serviços.

A magistrada lembrou que a legislação brasileira permite a terceirização de pessoal na atividade meio das empresas ou, no caso da atividade-fim, apenas de forma temporária, com prazo definido. Acrescentou que a possibilidade de renovação dos contratos é limitada e deve ser expressamente justificada. “E se acontece em empresa pública, afronta ainda o princípio constitucional de acesso aos cargos e empregos públicos mediante concurso”, observou. Por meio da decisão do último dia 19, a validade do concurso de 2011 foi prorrogada até o trânsito em julgado da ação, ou seja, quando não houver mais possibilidade de recurso.

As medidas determinadas pela Justiça visam à redução das contratações temporárias às situações efetivamente emergenciais e de duração reduzida. Nesse sentido, os Correios sinalizaram no acordo coletivo de trabalho deste ano a abertura de seleção para a contratação de trabalhadores por tempo determinado diretamente pela própria empresa. Segundo a estatal, a questão, porém, ainda será discutida com os seus funcionários.

Carência – De acordo com o secretário geral da Fentect, José Rodrigues dos Santos Neto, a carência total existente (incluindo os 30 mil terceirizados a serem substituídos) é de 70 mil trabalhadores, sendo pelo menos 35 mil carteiros. Além disso, de acordo com o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, cerca de 6 mil funcionários irão se aposentar este ano, por meio de programa de incentivo ao desligamento promovido pela empresa. Segundo a Fentect, sairão mais de 8 mil trabalhadores pelo programa.

Novo concurso poderá ser obrigatório

Como a estatal já informou que irá recorrer contra a decisão da Justiça do Trabalho, os efeitos práticos da determinação irão depender do andamento do caso.  Se a decisão do último dia 19 perdurar, os Correios poderão ser obrigados a realizar o novo concurso, caso a demanda identificada de trabalhadores efetivos não possa ser suprida com a convocação dos aprovados de 2011. Em julho deste ano, a FOLHA DIRIGIDA perguntou à empresa quantos aprovados restam no cadastro daquela seleção, porém, não obteve esse dado.

 

Este mês, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, afirmou que o fato da última seleção ainda estar vigente foi um dos motivos pelos quais o novo concurso da empresa ainda não foi aberto. Segundo ele, é muito provável que o concurso seja realizado no segundo semestre do ano que vem, porém, a empresa ainda irá avaliar se existe essa necessidade, o que foi criticado pela Fentect, que cobra a abertura imediata do concurso.

Sendo realizada, a tendência, de acordo com Pinheiro, é que a seleção inclua todos os cargos da estatal, com prioridade para os cargos de carteiro, operador de triagem e atendente comercial, todos de nível médio, com remuneração inicial de R$2.006,65. O valor corresponde a 27 dias de trabalho por mês. No caso dos que trabalharem 23 dias mensalmente, os ganhos são de R$1.893,50. Esses valores são compostos por R$1.084,35 de vencimento inicial, acrescido de R$158,50 de vale cesta-básica e R$763,80 (27 dias) ou R$650,65 (23 dias) de vale-alimentação. A remuneração média dos carteiros ainda pode chegar a cerca de R$2.200, considerando-se também outros adicionais. As oportunidades em cargos de nível superior deverão estar distribuídas por diferentes especialidades. Para esses, a remuneração é de R$4.962,05 ou R$4.848,90, dependendo do número de dias trabalhados e incluindo os auxílios.

Pinheiro explicou que o número de vagas no novo concurso ainda será definido. A oferta dependerá da quantidade de aposentadorias e outras saídas efetivadas e ainda de como ficará a distribuição dos trabalhadores em todo o país. Segundo o presidente da estatal, São Paulo é o estado com maior déficit. “São Paulo tem uma carência grande porque entram e saem muitos trabalhadores da nossa empresa. No interior de São Paulo existe essa carência. É o estado de maior preocupação”, Na sequência, de acordo com De acordo com o secretário-geral da Fentec, José Rodrigues, vêm Rio de Janeiro e Minas Gerais. “Mas todos os estados possuem necessidade. No Norte e no Nordeste há uma carência muito grande, principalmente de atendentes”, apontou o sindicalista.

Histórico – O novo concurso dos Correios vem sendo aguardado desde 2012, quando foi anunciado. Em janeiro deste ano, o chefe de gabinete da presidência da estatal, Adeílson Ribeiro Telles, chegou a afirmar que o edital já estava em fase final de elaboração, e que seria publicado entre março e abril. Segundo Wagner Pinheiro, ainda será iniciado um planejamento para avaliar a necessidade de realização do concurso em 2015.

FONTE: Folha Dirigida

 

http://goo.gl/u702u3 – Já estão abertas as inscrições do curso preparatório para o concurso dos Correios. O preparatório contempla as vagas de Carteiro, Operador de Triagem e Transbordo (OTT) e Atendente Comercial. Acesse os detalhes e GARANTA SUA VAGA.

TCM/GO abre edital com 134 vagas de nível superior. Salario de até R$ 26.589,68

Tribunal de ConF de Federaltas dos Municípios do Estado de Goiás – TCM/GO tem editais com 202 vagas, sendo 68 para início imediato e 134 para formação de cadastro reserva. As oportunidades são para diversos cargos e para candidatos de nível superior.

O primeiro edital traz 66 vagas para o cargo de Auditor de Controle Externo, nas áreas contábil, jurídica, de engenharia e informática. A remuneração é de R$ 6.243,78.

O segundo edital traz uma oportunidade para o cargo de Procurador do Ministério Público de Contas. Para se candidatar é necessário ter graduação em Direito e experiência mínima de três anos em atividade jurídica. Os aprovados recebem salário de R$ 26.589,68.

O terceiro e último edital apresenta a oferta de uma vaga de Auditor – Conselheiro Substituto. Para concorrer ao cargo é necessário ter nível superior em qualquer área, além de notórios conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos e financeiros ou de administração pública. Também é necessário ter mais de dez anos de exercício de função ou de efetiva atividade profissional que exija conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos e financeiros ou de administração pública, comprovados mediante certidão expedida por órgão ou entidade pública. A remuneração para este cargo é de R$ 25.260,20.

Os candidatos podem efetuar inscrição na página da Fundação Carlos Chagas – FCC, até o dia 22 de dezembro. A Taxa de inscrição custa R$ 162,50 para o cargo de Auditor de Controle Externo e R$ 250 para as funções de Procurador e Conselheiro.

As provas objetiva e discursiva serão aplicadas no dia 1º de fevereiro e os candidatos aos postos de Procurador e Conselheiro ainda passarão por avaliação psicológica, investigação social, prova oral e avaliação de títulos.

#PF: Concurso com 600 vagas está reaberto

policia federal

O certame com 600 vagas de Agente da Polícia Federal está reaberto. O concurso havia sido suspenso pelo Ministério Público Federal, no final de outubro, para aplicação de medidas de adaptação do exame de aptidão física e do curso de formação profissional às necessidades do candidato com deficiência, entre outras.

Após a readequação das etapas o concurso foi retomado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção de Promoção de Eventos – Cespe, organizadora do certame.

A data das provas objetiva e discursiva foi mantida para o dia 21 de dezembro. Elas serão aplicadas no Distrito Federal e em todas as capitais brasileiras. Os candidatos ainda passarão por exame de aptidão física, exame médico e avaliação psicológica. Os aprovados serão contratados por regime estatuário, que prevê estabilidade.

 

O CONCURSO

O certame visa o preenchimento de 600 vagas de Agente da Polícia Federal, com exigência de nível superior em qualquer área de atuação e Carteira Nacional de Habilitação a partir da categoria “B”.

O cargo oferece remuneração de R$ 7.514,33, contudo a função teve reajuste autorizado, desta forma, a partir de janeiro, os servidores passam a receber salário de R$ 9.075,20, já com complementos. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

As lotações serão disponibilizadas, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima e em unidades de fronteira.

Visando uma boa preparação, a Federal Concursos disponibilizou em sua grade de preparatórios três opções de cursos para quem quer garantir uma vaga nesta almejada função. Confira as opções:

- “PF Intensivão”: Curso ondemand, com 105 horas/aula e reprises ilimitadas pela internet com 90 dias de acesso contados a partir da data de matrícula.

- “PF Gabaritando a Prova”: 24 horas/aula, transmitidas ao vivo com reprises ilimitadas pela internet até a data da prova. O curso terá início no dia 24 de novembro e trará cerca de 200 questões da Cesp/UnB corrigidas e comentadas.

A Federal Concursos fica na Avenida Paulista, 1776 – 1º andar. Para obter mais informações acesse www.federalconcursos.com.br ou ligue no 0800-777-1323.

SEE/AC: 3.494 oportunidades na área da educação

A SecretariF de Federala Estadual de Educação e Esporte do Acre – SEE/AC oferece 3.494 vagas temporárias em concurso público para preenchimento dos cargos de Professores e Apoiadores Educacionais. As oportunidades são para profissionais de nível fundamental, médio e superior.

As vagas estão divididas em sete editais, sendo:

- Edital 1: 81 vagas de nível superior para a função de Professor P2 de Ensino Fundamental.

- Edital 2: 95 oportunidades de nível superior para a função de Professor P2 de Ensino Médio. Do total, 28 são para profissionais da área de Linguagem e códigos, 28 para a área de ciências da natureza e matemática, 28 para ciências humanas e 11 para educação física.

- Edital 3: 864 postos para profissionais de nível médio (79) e nível superior (785). As funções são de Professor para a educação de jovens e Adultos.

- Edital 4: 580 vagas para contratação temporária de Professor P2 de ensino fundamental (359) e ensino médio (221).  Para candidatar-se aos postos é necessário diploma de nível superior.

- Edital 5: 1.419 oportunidades de nível superior para vaga de Professor P2 de ensino fundamental e médio.

- Edital 6: 12 vagas de Professor de Línguas Estrangeiras, para atuação no Centro de Estudo de Líguas – CEL.

- Edital 7: 443 oportunidades temporárias para a área da Educação Especial. Candidatos de nível fundamental se inscrevem para os postos de Apoio Educacional (10), enquanto os profissionais com diploma de nível superior se candidatam aos cargos de Apoio Educacional – Brailista (9), Apoio Educacional – Libras (20), Interprete de Libras (23), Atendente Pessoal (128) e Professor Mediador – P1 (45). Também há vagas para Professor de Educação Especial (P2), para candidatos com formação em Pedagogia.

Os interessados podem se inscrever na página da Funcab, até o dia 07 de dezembro. As taxas custam entre R$35 e R$63.

MT: Defensoria Pública contrata 109 servidores

F de FederalDefensoria Pública do Mato Grosso abriu inscrições de concurso público para preenchimento de vagas de nível médio e nível superior. Ao todo são 109 vagas, sendo 80 para candidatos com nível médio e 29 de nível superior.

Candidatos de nível médio se inscrevem para os cargos de assistente administrativo – ampla concorrência e assistente de gabinete. E candidatos de nível superior concorrem aos postos de administração (4), direito (6), analista de sistemas (2), arquiteto (1), assistente social (4), contador (6), economista (2), engenheiro civil (1), jornalista (1) e psicologia (2).

As inscrições serão aceitas até o dia 26 de novembro e podem ser feitas na página eletrônica – http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/dpmt. As taxas custam R$65 para candidatos de nível médio e R$85 de nível superior.

As provas serão aplicadas no dia 08 de março de 2015 em Cuiabá.

MPF: retificação acrescenta locais de inscrição no edital do certame

Ixora coccineaO Ministério Público Federal publicou retificação do edital para contratação de 69 servidores para as funções de Procurador da República. A retificação acrescenta locais de inscrição nas cidades de Bacabal no Maranhão, além de Caruaru e Serra Talhada, localizadas em Pernambuco e mencionadas na primeira retificação.

Para concorrer ao cargo é necessário ter formação em Direito e prática profissional de no mínimo três anos.

A partir de janeiro de 2015 o salário inicial da profissão será de R$ 26.523,20. Os candidatos aprovados atuarão nas Procuradorias da República nos Estados de Alagoas (2), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (3), Ceará (3), Goiás (3), Maranhão (2), Mato Grosso (1), Mato Grosso do Sul (1), Minas Gerais (5), Pará (4), Paraíba (3), Paraná (4), Pernambuco (3), Piauí (3), Rio de Janeiro (4), Rio Grande do Norte (2), Rio Grande do Sul (4), Rondônia (2), Roraima (1), Santa Catarina (2), São Paulo (7), Sergipe (2), Tocantins (1) e no Distrito Federal (2).

As inscrições serão aceitas até o dia 16 de dezembro. O candidato deverá efetuar a pré-inscrição na página eletrônica da Procuradoria Geral da Republica – http://www.pgr.mpf.mp.br/para-o-cidadao/concursos-1 e logo após esse cadastro deverá efetuar a inscrição preliminar em uma das Procuradorias da Republica dos Estados e do Distrito Federal, das 12h às 18h, para pagamento da taxa de inscrição de R$210 e apresentação de documentos.

O processo de seleção será composto por cinco provas escritas, além de prova oral e avaliação de títulos. As provas objetivas tem data provável de aplicação no dia 1º de Março de 2015.

A seleção terá validade por dois anos podendo ser prorrogada pelo mesmo período.

 

Prepare-se para os próximos concursos do MPF na FEDERAL CONCURSOS. Inscrições abertas para turmas de 2015: http://goo.gl/y1GF8k.

Novo concurso é decorrente do baixo número de aprovados na seleção de 2013

F de Federal

O baixo número de aprovados no concurso de 2013 fez com que o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, com sede em Campinas, iniciasse o planejamento para uma nova seleção para os cargos de técnico e analista judiciário da área de tecnologia da informação. Os cargos da área de informática são os mesmos do concurso anterior, de 2013. Para o cargo de técnico, todos os candidatos já foram nomeados e, mesmo assim, ainda há vagas, de acordo com a área de concursos do TRT. O setor ainda destacou que conta com aprovados para analista, mas que deve convocar todos antes do encerramento da validade.

Atualmente o TRT-15 conta com 61 vagas abertas para técnico judiciário da área de informática, o que significa que o cargo poderá contar com essas vagas no próximo edital. Já para analista as vagas serão para cadastro de reserva, uma vez que o TRT-15 não irá contratar aprovados enquanto não esgotar a lista de reserva de 2013. Além da área de TI a nova seleção contará também com vagas para analista nas áreas de enfermagem e odontologia, com um cargo vago cada.

A previsão é que o edital da nova seleção seja publicado já no início de 2015. A organizadora será a Fundação Carlos Chagas, como já oficializado em publicação no Diário Oficial da União do último dia 7. Para concorrer a técnico da área de informática a exigência é de ensino médio completo, além de curso técnico na área de TI.

Para analista é necessário ensino superior na área de atuação. As remunerações são de R$5.386,99 e R$8.870,15, respectivamente, para uma jornada de 40 horas semanais. O valor inclui os salários de R$4.635,03 e R$8.118,19 e o auxílio alimentação no valor de R$ 751,96. Os servidores ainda recebem vale-transporte, assistência pré-escolar de R$ 594,15, para quem tem filho com até 7 anos, e assistências médica e odontológica.

Além de Campinas, o TRT 15 engloba grande parte do estado de São Paulo. Com exceção de capital e região metropolitana, parte da Baixada Santista e da cidade de Ibiúna, que fazem parte do TRT da 2ª Região, todas os outros municípios do estado fazem parte da 15ª Região.

FONTE: Folha Dirigida

 

TRT15Prepare-se para este concurso, para as vagas de Analista Judiciário na Área de Informática e  Técnico Judiciário na Área de Informática. Um curso RECOMENDADO pelo Sindicato dos Servidores Públicos Federais da Justiça do Trabalho da 15ª Região. Inscreva-se agora: http://goo.gl/J7jP9f.