Polícia Civil/SP: Secretaria de Segurança Pública já estuda a abertura do novo concurso

Aguardando a autorização para o novo concurso desde 2013, a Polícia Civil do Estado de São Paulo está cada vez mais perto de ter o novo concurso autorizado.

De acordo com os sindicatos das categorias, atualmente há um déficit de aproximadamente 13.913 policiais civis em São Paulo. Essa carência de pessoal é reconhecida pela própria Secretaria de Segurança Pública – SSP/SP.

Em 2013 a SSP/SP divulgou um documento especificando o número mínimo de servidores nas delegacias do estado e hoje, porém, a determinação não foi cumprida e, além disso, revogada. Em decorrência disso, o governo tem recebido medidas judicias que reforçam a carência de pessoal e a necessidade de abertura de um novo edital.

Questionada pela imprensa, a Secretaria de Segurança Pública respondeu em nota que “realiza estudos em conjunto com a área técnica do governo para viabilizar a abertura de novos concursos para a Polícia Civil”.

 

HISTÓRICO

Na última semana, o Conselho Superior da Polícia Civil do Estado de São Paulo esteve reunido para discutir a necessidade da autorização e a urgente realização de um novo concurso público para o preenchimento de pessoal nas carreiras de Delegado de Polícia, Agente de Polícia, Investigador de Polícia, Escrivão de Polícia, Médico Legista, Papiloscopista Policial, Auxiliar de Papiloscopista Policial, Auxiliar de Papiloscopista e Agente de Telecomunicações.

Uma das razões que torna o certame ainda mais necessário é o fato de já haver um longo período sem concurso na corporação.

O último concurso para o cargo de Agente policial foi realizado em 2012, na ocasião, foram publicadas 391 vagas para esta função que exige apenas nível médio. Em 2014 houve concurso para os cargos de Investigador, Fotógrafo e Escrivão de Polícia. Já o cargo de Delegado teve seu último edital publicado em 2013, com 129 oportunidades para todo o Estado.

 

NOVO PEDIDO

No início de julho deste ano, a Polícia Civil do Estado de São Paulo reforçou junto à Secretaria Estadual de Gestão Pública – SGP/SP o pedido de autorização para realização de novo concurso.

No novo pedido constam 3.910 novas vagas, sendo 1.314 para cargos com exigência de nível médio e 2.596 para funções de nível superior.

A previsão de vagas de nível médio são de agente de telecomunicações (457), agente de polícia (446), papiloscopista policial (190) e auxiliar de papiloscopista (221). As remunerações são de R$ 2.793,60 a R$ 3.451,78, de acordo com a função; além de benefícios.

Os cargos de nível superior devem ser de investigador de polícia (1.400)escrivão (776), médico legista (52) e delegado de polícia (368). O salário inicial para os cargos de investigador e escrivão é de R$ 4.194,76, considerando complementos; o de legista é de R$ 8.601,76 e para delegado, R$ 10.142,55, já considerando o adicional de insalubridade.

Anteriormente, em setembro de 2016, já havia sido enviado o pedido de um concurso. Na ocasião, o Governador Geraldo Alckmin encaminhou para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – Alesp, uma solicitação para que o Projeto de Lei 750/2016, que tratava do orçamento para concursos públicos em 2017, fosse votado em caráter de urgência.

A proposta previa a reserva de R$ 115,5 milhões para gastos com “realização de concursos pela Academia de Polícia para as diversas carreiras policiais, bem como de cursos de formação e aperfeiçoamento dos policiais integrantes da Polícia Civil”.

E antes disso, em 2015, o governador também solicitou a abertura de vagas para a corporação.

 

Prepare-se antecipadamente para este concurso. Curso Preparatório com corpo docente 100% Polícia Civil: https://goo.gl/m5wKpZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *