Concurso da Polícia Federal avança no MPOG

Os concurseiros que aguardam o concurso da Polícia Federal devem ficar atentos. Entre os dias 28 e 31 de julho, o processo de liberação para os concursos em trâmite no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, andou por 22 setores do órgão.

Em fase de análise e liberação, esta atualização pode indicar boas notícias com relação a liberação, que pode sair em breve.

O pedido solicita a abertura de 1.758 vagas, sendo 600 para Escrivão, 600 para Agente, 491 para Delegado e 67 para Perito.

De acordo com o decreto 8.326, de 10 de outubro de 2014, a Polícia Federal não precisa mais de autorização para abrir o novo concurso, precisa apenas da liberação da verba do MPOG.

Para concorrer aos cargos de Agente e Escrivão é necessário formação de nível superior em qualquer área de atuação. Para Perito é necessário formação de nível superior em áreas específicas, já a função de Delegado requer formação de nível superior em Direito, com pelo menos três anos de atividade jurídica ou policial comprovada.

Além disso, todos os candidatos precisam ter Carteira Nacional de Habilitação na categoria “B”.

A remuneração base para os cargos de Agente e Escrivão pode chegar a R$ 12 mil; enquanto os Delegados e Peritos recebem salário base de R$ 22 mil.

O processo de seleção dos últimos concursos contaram com provas objetivas, provas discursivas, testes de aptidão física, exames médicos, avaliações de títulos, avaliação psicológica e curso de formação profissional; além de prova prática de digitação para os inscritos ao cargo de Escrivão e prova oral para os candidatos ao cargo de Delegado.

A aplicação das provas acontece normalmente em todas as capitais brasileiras, sendo o certame normalmente organizado pela Cespe/UnB.

 

PREPARE-SE PARA AS CARREIRAS DE POLÍCIA FEDERAL. MATRÍCULAS ABERTAS: https://goo.gl/GbrCYO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *